Estagiários com mais de 40: Há idade para escolher sua carreira?

0

Dois recentes filmes estrelados por atores como Robert De Niro, Anne Hathaway, Vince Vaughn e Owen Wilson parecem, à primeira vista, comédias norte-americanas triviais, porém, se analisadas a fundo, refletem uma situação bem mais complexa e comum do que imaginamos, que é a mudança de carreira depois de uma certa idade. Pode parecer estranho ver um estagiário de 50 anos, por exemplo, mas você sabia que profissionais mais sênior recomeçar a carreira pode ser muito benéfico? Afinal, ele já passou por tanta coisa, caiu, levantou, reuniu experiências e agora está ali, aprendendo tudo de novo e com os ombros leves, apoiando neles apenas as obrigações de um aprendiz.

No filme The Intern (Um Senhor Estagiário), Jules Ostin (Anne Hathaway) é a criadora de um bem-sucedido site de venda de roupas com centenas de funcionários. Quando sua empresa inicia um projeto de contratar idosos como estagiários, em uma tentativa de colocá-los de volta à ativa, ela entra em contato com o viúvo Ben Whittaker (Robert De Niro) que, aos 70 anos, leva uma vida monótona e vê o estágio como uma oportunidade de se reinventar. Em cartaz nos cinemas, “Um Senhor Estagiário” mostra como esse profissional conquista a todos rapidamente e se aproximada cada vez mais da fundadora da empresa, que passa a vê-lo como um amigo.

Já no filme The Internship (Os Estagiários), Billy (Vince Vaughn) e Nick (Owen Wilson) são grandes amigos e trabalham juntos como vendedores de relógios, porém são pegos de surpresa quando a empresa em que trabalham fecha. Com problemas financeiros, eles se inscrevem em uma seleção de estágio no Google, partem para a sede da empresa e precisam aprender a lidar com a diferença de idade entre eles e os demais competidores, gerando uma série de experiências, aprendizados, confusões e momentos divertidos.

Esses dois sucessos do cinema dão uma pequena ideia do que é possível de se conquistar depois de uma certa idade. Afinal, não é porque você já é um profissional experiente que não tem o direito de começar de novo, não acha? E se você tiver passado a vida inteira sendo advogado quando, na verdade, gostaria de ser veterinário? Você tem o direito de se permitir essa mudança e de aprender tudo de novo, mas, para isso, terá de começar novamente por baixo, estudando muito, fazendo estágio para, depois, crescer aos poucos.

Se você pretende mudar de carreira, a dica do Love Mondays é que você tenha em mente que nunca é tarde demais e essa oportunidade pode abrir portas inacreditáveis para a sua carreira e vida pessoal. Como grande parte das conquistas não é fácil, você precisa saber que enfrentará uma grande concorrência e que, provavelmente, um recrutador ficará mais propenso a contratar uma pessoa jovem, que aceite ganhar menos, fazer um trabalho operacional e tenha ambição de se tornar um líder na empresa em alguns anos.

Como você provavelmente terá muitas contas para pagar e um padrão de vida já estabelecido, trabalhar de graça provavelmente não será possível e, diante dessa situação, você pode achar soluções como um trabalho meio período ou uma experiência para que você mostre do que é capaz. Assim, você provavelmente estará no topo da lista da empresa quando ela precisar fazer novas contratações.

Outra situação enfrentada por um profissional mais sênior que se tornar estagiário é precisar se provar. Por isso, ao chegar à nova empresa, deixe claro que você tem poucos conhecimentos sobre essa área nova e, por isso, precisará de ajuda, mas não deixe de mencionar que está lá para fazer o que for preciso. Se você impressionar por sua boa vontade e qualidade do trabalho, rapidamente ganhará a simpatia e a confiança dos seus colegas e superiores.

Nunca é tarde demais para ter satisfação na carreira. Desafie-se, estimule-se a aprender cada vez mais e não tenha medo de enfrentar desafios. Certamente você aprenderá muito com essa nova experiência!

Compartilhe.