Dextra mostra como manter uma cultura organizacional forte

0

É raro uma startup não enfrentar problemas ao lidar com o crescimento do seu negócio e do número de seus funcionários. Mas a Dextra, empresa especializada em desenvolvimento de softwares que hoje conta com mais de 270 pessoas, não teve grandes dificuldades com isso.

Fundada por três ex-alunos de engenharia da computação em 2002, hoje faz parte do grupo Mutant, a empresa contou ao Love Mondays que a grande aliada para o seu crescimento foi sua cultura.

“Nossa cultura é nosso motor. Acordamos e vamos dormir com isso em mente. É a forma como geramos valor ao mercado”, afirma Eduardo Coppo, um dos fundadores e diretor de Recursos Humanos.

Segundo ele, a Dextra preza por manter um ambiente que promova a sintonia entre a sua cultura e seus colaboradores. “Quando fundamos a empresa, um dos nossos grandes objetivos era esse. Ao longo do tempo, nossas práticas evoluíram, mas sempre tivemos um ambiente aberto e de muita comunicação.”

Dextra

Cultivando a cultura organizacional

O reforço dessa cultura acontece todos os dias em diversos contextos, desde conversas informais até evento organizados internamente. Um exemplo recente foi o Dextransforming Days, um ciclo de workshops e palestras para os funcionários. “Durante toda a semana tivemos atividades cujo tema principal foi a cultura”, conta Eduardo.

Com orgulho, ele conta que a cultura da Dextra é tão viva que eles passaram a ser referência para outras empresas. “Muitas companhias vêm até nós para fazer benchmark. Somos muito abertos a isso”, afirma.

O profissional completa dizendo que salas de jogos, ambientes sem paredes e locais destinados para o descanso podem ser implementados em qualquer empresa, mas a cultura é algo único, construída com suas pessoas.

Além disso, a Dextra tem uma estrutura de baixa hierarquia, o que empodera os colaboradores para que tomem decisões – e com espaço para o erro. “Construímos um ambiente que fomenta a inovação, onde se possa testar coisas novas e que permite errar. Porque errar faz parte do processo de aprendizado. Não existe inovação sem isso”, completa.


A Dextra combina processos de inovação, design e novas tecnologias para criar o produto perfeito para seus clientes, acreditando que tudo isso só é possível em um ambiente em que seus funcionários possam ser exatamente quem são. Saiba o que os funcionários acham da empresa!

Compartilhe.