Está desempregado há muito tempo? Descubra como dizer isso na entrevista sem se prejudicar

0

Quando está fora do mercado há bastante tempo, o profissional pode se sentir inseguro ao participar de uma entrevista, afinal, o recrutador pode imaginar que houve algum problema no seu último trabalho. Embora essa sensação seja normal, há maneiras de se mostrar como um excelente funcionário mesmo estando desempregado há algum tempo.

Neste artigo, vamos te ajudar a mostrar o seu melhor lado e destacar como suas habilidades e qualidades podem trazer muitos benefícios à empresa. O primeiro passo é se manter atualizado sobre as tendências e novidades do segmento, pois isso é fundamental para ter uma conversa agradável com o recrutador ou alguém do seu meio de trabalho.

Ao conversar com um recrutador, também é importante que você destaque as atividades realizadas no período em que esteve fora do mercado, tais como cursos, workshops, trabalhos freelancers ou qualquer outra atividade que tenha contribuído para melhorar a sua qualificação profissional. Mas atenção: não tente “maquiar” informações e datas no seu currículo, pois um recrutador experiente perceberá que você ficou ausente do mercado e está mentindo. Lembre-se de que honestidade e integridade são valores muito apreciados pelas empresas, que também avaliam a veracidade das informações inseridas no seu currículo. (Entenda aqui por que é essencial ser honesto no seu currículo).

Outra recomendação para quem está desempregado e participará de uma entrevista de emprego é atualizar seus certificados, licenças e cursos no currículo. Trabalhos voluntários em qualquer área ou até prêmios no seu segmento são muito bem vistos. O fundamental, nesse momento, é mostrar que você não está parado. Na hora de descrever essas experiências no seu currículo, sejam as remuneradas ou as voluntárias, mensure os resultados, fale sobre as estratégias que utilizou e os benefícios alcançados. Aproveite para conferir dicar de como construir um currículo incrível aqui.

Ao falar de uma demissão em seu último trabalho, não minta, porém tenha cuidado ao descrever a sua relação com ex-chefes, colegas de trabalho, etc. Indique os pontos que culminaram na sua demissão (crise, cortes gerais, etc.) e mostre que você ainda tem um bom relacionamento com os seus ex-colegas. Você pode, inclusive, pedir para que um ex-chefe te recomende no LinkedIn ou que ex-companheiros de empresa escrevam referências sobre o seu trabalho. Avaliações positivas são muito bem vistas por recrutadores, que certamente pesquisarão sobre você nas redes sociais.

Com a crise no mercado nacional, as oportunidades de recolocação diminuíram, porém, com sinceridade e dinamismo para se manter ativo você tem muito mais chances de ser escolhido pelos recrutadores. Invista nas suas qualidades e valores e dê adeus ao desemprego!

Compartilhe.