Como ser amigo do seu chefe sem forçar a barra

0

Você passa grande parte da sua semana dentro da empresa, certo? Então, nada mais natural do que desenvolver relações de amizade com colegas, mas por que não estender isso ao seu chefe? Muitas pessoas preferem se manter distantes dos superiores, mas, mantendo um controle entre vida pessoal e profissional, uma amizade entre líder e subordinado pode ser muito positiva para ambas as partes, resultando, inclusive, em melhores resultados em projetos e uma comunicação mais assertiva.

Como a linha entre uma amizade legal e produtiva e um relacionamento prejudicial entre funcionário e chefe é muito tênue, há alguns pontos que merecem atenção especial no processo de construção de uma amizade com o seu superior. Confira o que, nós, do Love Mondays, selecionamos para que a relação entre vocês seja a melhor possível – e mais natural, é claro:

 

Seu chefe é seu chefe. Nunca se esqueça disso

Você pode até participar de um happy hour com ele no fim do expediente, podem tomar alguns drinks juntos, mas, no fim das contas, ele será sempre o seu líder, portanto, é preciso se controlar ao interagir com ele dentro da empresa. Nada de brincadeirinhas, piadas feitas em momentos de descontração ou comentários que possam causar saias justas. Evite falar mal de colegas ou, mesmo em locais festivos, ficar bêbado(a). Lembre-se de que seu chefe pode ser seu amigo, mas ainda assim pode te demitir.

 

Não queria dar uma de “amigão”

Você pode até ter participado de um evento ou festa com o seu chefe, mas não use isso como assunto na empresa. Primeiramente, seus colegas de trabalho não entenderão nada e se sentirão excluídos e, além disso, essa proximidade com o seu superior pode gerar situações desagradáveis para as duas partes. Nada de se gabar por ser “amigo com chefe” ou contar situações particulares dele(a) que você presenciou, tentando levar vantagem ou mostrar que é próximo ao chefe. Nesse caso, discrição e bom senso são fundamentais. (Veja, aqui, como construir fortes relações profissionais).

 

Promova a inclusão de colegas de trabalho

Se você tem um acesso facilitado ao seu superior, não use isso como forma de se isolar dos demais colegas de trabalho. O ideal, aqui, é facilitar a inclusão de outras pessoas no grupo e formar uma equipe coesa, que se entende e produz da melhor forma possível. Ao ser convidado para um happy hour, convide os seus colegas! Assim, você mostra que a relação com o seu chefe é legítima e honesta e está totalmente aberta para a participação de outras pessoas.

 

Cuidado com as redes sociais

As redes sociais realmente exigem alguns cuidados, pois páginas particulares muitas vezes mostram algo que não fazem parte de nossa rotina de trabalho e situações que podem deixar nossa imagem negativa perante colegas e superiores. Por isso, pense bem antes de adicionar seu chefe no Facebook, por exemplo. Se ele(a) te adicionar, avalie se a sua página está “limpa” e, caso contrário, procure eliminar fotos ou comentários que podem te prejudicar no trabalho. O mais recomendado, aqui, é evitar amizades em redes sociais pessoais. O LinkedIn, obviamente, está liberado. (Será que tirar férias e viajar com colegas de trabalho pega bem? Veja aqui).

 

Converse abertamente

Tanto seu chefe quanto você precisam se preservar na empresa e, por isso, o ideal é falar abertamente sobre conflitos, problemas e dúvidas sobre a amizade entre vocês. Tentem estabelecer algumas regras de comportamento dentro e fora da empresa – pode parecer estranho, mas isso evita surpresas desagradáveis e mantém as expectativas alinhadas. (Veja aqui dicas de como não levar seus problemas pessoais para o trabalho).

Uma relação honesta e respeitosa entre chefe e subordinado é a chave para muitos negócios bem sucedidos. Se você gostaria de ser amigo do seu líder, experimente seguir as dicas que recomendamos. Você verá como o processo de trabalho de ambas as partes ficará muito mais gostoso!

 

Compartilhe.