Como recusar uma oferta de trabalho

0

Recebeu uma proposta de trabalho e não sabe como recusá-la? É normal se sentir desconfortável ao dizer “não” em uma situação como essa. Mesmo que a vaga não seja tão vantajosa para seu momento de carreira, é importante saber lidar com essa situação para não fechar as portas a futuras oportunidades.

Além disso, é preciso cuidado para não quebrar um networking valioso. Lembre-se de que empresas são feitas por pessoas que conhecem outras pessoas, e você pode acabar encontrando novamente no mercado o recrutador a quem disse não – ou alguém que o conheça.

Veja nossas dicas para garantir uma boa impressão durante (e após) a recusa:

1. Não demore a comunicar a empresa sobre sua decisão

Aceitar ou não uma oferta de trabalho é uma decisão a ser tomada com calma e cuidado, e não de forma repentina. Mas, assim que tiver se decidido, comunique logo a empresa. Assim ela poderá seguir em frente com outros candidatos e você não será lembrado como a pessoa que lhe fez perder um tempo valioso.

Veja o que dizem os funcionários de mais de 160 mil empresas no Love Mondays.

2. Busque uma conversa sem ruídos

Tente conversar com a pessoa por voz, seja em um bate-papo presencial para tomar um café ou em uma ligação telefônica. Embora seja possível dizer “não” por e-mail, usar texto para comunicar coisas delicadas como essa pode gerar mal-entendidos. Pode ser que um recrutador, incomodado com a recusa, ache que seu tom na mensagem foi rude, por exemplo. Mesmo que não possua o telefone da pessoa que quer te contratar, vale a pena pedir o seu número para uma conversa mais clara e sem ruídos.

3. Explique seus motivos (sem ser específico demais)

Lembre-se de que um processo seletivo não é só estressante para o candidato: existe todo um trabalho da empresa em selecionar perfis, conversar com várias pessoas e aplicar testes durante semanas ou meses. Para diminuir a frustração do recrutador, sugerimos que você deixe claro no bate-papo os motivos pelo qual está recusando a oferta. Essa é uma boa chance para dar um feedback à empresa – tanto para o que ela está lhe oferecendo quanto para o processo seletivo.

Por exemplo, se você decidiu aceitar outra proposta mais competitiva, conte por que escolheu ir para outro lugar. Foi o salário? Oportunidades de carreira? Falta de alinhamento cultural? Exponha isso para o recrutador! Lembre-se também de que em conversas como essa você pode receber uma contraproposta que pode mudar todo o jogo.

Só tenha o cuidado de não dizer nada rude ou ofensivo à empresa. Dizer algo como “Vocês estão pagando muito pouco!” ou “Não gostei muito do ambiente de trabalho” não pega nada bem.

4. Agradeça e ofereça-se para manter contato

Para não afetar o relacionamento, toda conversa precisa ter um tom amigável e compreensivo para ambos. Tratar o assunto de maneira leve fará com que o recrutador seja mais tolerante à sua negação, não prejudicando sua imagem no mercado.

Por isso, agradeça de forma sincera pela oportunidade, destaque pontos positivos da empresa e se mostre disposto a manter o contato – e aberto para futuras propostas.


Gostou? Curta nossa página no Facebook para não perder nenhuma atualização do nosso blog. Aqui você encontra conteúdos que te ajudarão a crescer profissionalmente, encontrar o emprego ideal e amar as segundas-feiras!

Compartilhe.