Como negociar um aumento de salário

0

Você pode até ter vontade de conversar com o seu chefe sobre um aumento de salário, mas, quando você pensa em falar alguma coisa, bate aquela insegurança sobre como se portar, o que falar e como sustentar a ideia de que você merece um aumento. Nós conhecemos muito bem essa sensação e sabemos o quão difícil é abordar o assunto “aumento de salário” e, para te ajudar nesse momento delicado, listamos cinco ações que te ajudarão a entender melhor em que ponto você está e onde pretende chegar:

1. Identifique seus objetivos a curto e longo prazo

Você tem o objetivo de dobrar o seu salário em cinco anos? Ok, sem problemas, mas antes você deve estruturar como pretende fazer isso. Pense em quanto seria necessário ganhar de aumento por ano até chegar lá e como você precisa avançar na sua carreira caso deseje conquistar isso. Tenha sempre em mente que, para conquistar um objetivo, é preciso pensar à frente e planejar. Caso contrário, esse objetivo não sairá do papel.

Avalie se será necessária uma promoção – ou duas – para atingir seu objetivo e pesquisa qual é a média de salário no cargo que você pretende ocupar dentro de algum tempo. O essencial, aqui, é ser realista e ver se esse objetivo é viável ou se você precisará mudar de trabalho ou fazer uma transição de carreira, o que envolve algumas especializações, cursos, etc.

2. Prove que você é um bom investimento para a empresa

No momento de conversar com o seu chefe, você deve convencê-lo de que você é um profissional que trará muitas vantagens e lucros à empresa e, por isso, deve ser recompensado. É claro que você deve mostrar isso com fatos e não com palavras. Se você realmente for um bom profissional e fizer a diferença na companhia, levantar esse ponto ao seu chefe será apenas lembrá-lo do que ele já sabe.

Você pode, ainda, envolver-se no que for mais rentável e importante para a empresa. Se, por exemplo, a companhia em que você trabalha tiver o objetivo de elevar o lucro de determinado produto, assuma projetos considerados como “chave” para a companhia. No momento de conversar sobre um aumento, você terá mais argumentos e poderá mostrar que se esforçou em um projeto importante. Você pode até dizer que conquistou um aumento de faturamento para a área e explicar como isso aconteceu.

3. Continue aperfeiçoando seus conhecimentos

Mostrar que você continua atento às novidades do mercado e fazendo cursos no sentido de melhorar os conhecimentos que já tem é uma ótima forma de mostrar que você está pronto para ganhar mais ou ser promovido. Não é preciso fazer uma pós-graduação. Muitas vezes, um curso rápido feito em uma semana ou o acompanhamento de outro profissional em suas tarefas diárias podem trazer muitos conhecimentos para a sua carreira. Dica: procure vagas de trabalho condizentes com o seu perfil, veja quais são os pré-requisitos e procure se adequar a todos eles.

4. Tenha em mente que esse pedido pode não dar certo

Caso você demostre que é um bom profissional, mostre projetos de sucesso dos quais participou e, ainda assim, sua promoção ou aumento sejam negados, é recomendável que você mantenha a sua postura e busque outra oportunidade melhor. Se você gostar muito da empresa em que trabalha, avalie a possibilidade de negociar para chegar a um ponto bom para ambas as partes.

5. Pesquise salários e negocie ofertas

Se você decidir que é hora de ir embora da empresa, comece a pesquisar oportunidades, remunerações e a entender do que você precisará para conquistar uma posição melhor em outra companhia. Assim, você se sentirá mais seguro e poderá identificar de longe as oportunidades boas e as más para a sua carreira.
Ao considerar essas cinco etapas você se prepara melhor para todas as situações possíveis – incluindo um “não” ao pedir um aumento – e tem mais chances de crescer profissionalmente. Sucesso!

Compartilhe.