Carreira e Cultura Organizacional: uma trajetória garantida de sucesso

0

Há muitos anos existe uma rica e importante discussão no ambiente organizacional referente à carreira dos seus profissionais, com o intuito de contribuir no desenvolvimento e crescimento destes.

Percebe-se que o modelo vem se ampliando muito além da carreira em Y, e algumas empresas buscam criar novas possibilidades com a inserção de uma nova trilha, a carreira em “W”, geralmente vista como uma alternativa para a carreira na gestão mais técnica.

O importante de uma empresa ter um modelo de carreira bem delineado é uma melhor clarificação, reconhecimento e também a valorização de seus profissionais.
Muitas empresas vêm adotando estes modelos, como é o caso da Neoway, do setor de Tecnologia, especializada na criação de soluções de Inteligência de Mercado e Prevenção de Perdas.

Na Neoway, existe uma clareza que apenas a adoção de um determinado modelo já não corresponde aos atuais desafios e expectativas dos nossos jovens profissionais, em simultaneidade com nosso DNA de Inovação.

Existem muitas situações na Neoway que traduzem esta cultura ágil. Uma delas foi de um profissional de carreira técnica, que desenhou e implementou um programa de gestão de pessoas, com foco no desenvolvimento da equipe. Acreditamos que um profissional oriundo de uma outra carreira pode trazer um modelo inovador, pois não tem modelos pré-concebidos, o que facilita o poder criativo e muitas vezes disruptivo, que é tão essencial nesta dinâmica organizacional.

Portanto, é importante ressaltar esta flexibilização na realização de atribuições distintas de uma determinada trilha para que o profissional se sinta mais pleno no desenvolvimento de suas competências pessoais e profissionais, e possa experimentar novas possibilidades, que até então não acreditava ser possível desenvolver.

Quando damos a liberdade de experimentação de atribuições adicionais ou mesmo diferentes de sua trilha, este jovem profissional acaba, em muitas situações, fazendo escolhas diferentes em sua carreira. Com esta cultura aberta, ocorre a ampliação do leque das competências de nossos profissionais, bem como de nossa organização. Percebemos também que ocorre uma maior empatia entre os profissionais, devido a esta possibilidade de experimentação das demais atribuições de outras trilhas.

Lembramos aquela velha frase: “Mais importante que o caminho é como fazemos este percurso”. Esta liberdade de poder de atuação é fundamental.

Fazendo uma analogia é como ter clareza das letras de um alfabeto (y, w, entre outras) que lhe possibilitam ter domínio de um idioma, mas a cultura é o grande diferencial, pois apenas esta é capaz de realmente traduzir e possibilitar esta inserção e ação de seus indivíduos neste contexto.

A cultura organizacional também está delineada desta mesma forma. Este é um dos motivos pelos quais a Neoway tem profissionais satisfeitos, engajados e acaba sendo referência no segmento que atua, pois acredita que os caminhos podem se cruzar o tempo todo e esta é a riqueza maior que pode haver entre as pessoas de uma organização.

Que saber o que os funcionários contam sobre como é trabalhar na Neoway? Acesse as avaliações da empresa no Love Mondays.

 

Texto escrito por Roseli Rodrigues, Head de Recursos Humanos.
Formação em Pedagogia, com especialização em Gestão de Negócios, Marketing e Recursos Humanos. MBA em Recursos Humanos, com especialização em Coaching e PNL.

Compartilhe.