5 dicas para conseguir um emprego em tempos de crise

0

Conseguir um emprego pode ser uma tarefa difícil e por vezes demorada – e a baixa oferta de vagas e a alta concorrência em tempos de crise podem torná-la ainda mais complicada. Mas não se desespere: é possível tomar uma série de medidas para que seu perfil se destaque em meio aos outros candidatos e o leve a um bom número de processos seletivos.

A seguir, separamos algumas dicas para te auxiliar na busca por um emprego.

1. Organize seu tempo

Em primeiro lugar, é preciso separar um tempo livre em sua rotina para que você se dedique à busca por emprego e à preparação para os possíveis processos seletivos. Para se manter focado na busca, tenha certeza de que terá esse tempo reservado somente a isso, sem deixar que outras atividades do seu dia a dia interfiram.

Descubra como organizar sua rotina durante a busca por um emprego

2. Atualize seu currículo e redes sociais

Após definir como irá gerenciar seu tempo, o próximo passo é atualizar o seu currículo. Para isso, você deve entender o momento pelo qual as empresas às quais pretende se candidatar estão passando e o que elas esperam de um profissional em tempos de crise. É bem provável que sua concorrência nessas condições seja muito grande. Portanto, esquematizar seu currículo com palavras-chave que expressem sua capacidade profissional pode auxiliar nas fases iniciais de seleção, seja por candidaturas online ou presenciais.

Apesar de ser o principal porta-voz de suas experiências profissionais, o currículo não é o único cartão de apresentação de um candidato. Para selecionar bem seus futuros funcionários, muitas empresas buscam por informações também em redes sociais. Portanto, o candidato com um bom perfil em plataformas como LinkedIn e Facebook pode ter maiores chances em um processo seletivo.

Leia também:

Guia para fazer o currículo ideal

3 frases para fazer sua carta de apresentação se destacar

3. Inicie sua busca por vagas

Com seus perfis e currículo atualizados, é hora de iniciar sua busca. Para evitar ao máximo frustrações, é preciso traçar uma estratégia bem delineada, evitando desperdiçar tempo com oportunidades que não façam sentido para seu momento profissional.  

De acordo com relatos de mais de 27 mil usuários do Love Mondays, o caminho mais assertivo para ser convocado para processos seletivos é a candidatura online. Mais de 48% dos candidatos convocados para entrevistas fizeram sua inscrição por alguma plataforma de busca ou em vagas divulgadas nos sites das empresas.

Outra boa estratégia para conseguir entrar em um processo seletivo é apelar para sua rede de conexões. As indicações são responsáveis por grande parcela dos candidatos convocados para entrevistas e, de acordo com os relatos analisados pelo Love Mondays, por uma parcela ainda maior de aprovados: quase 73% dos candidatos indicados receberam e aceitaram uma proposta de trabalho ao final do processo.

Descubra 5 qualidades para se destacar em processos seletivos

4. Seja estratégico em sua busca

Em tempos de crise, é comum que candidatos desesperados por uma oportunidade utilizem plataformas com grandes números de vagas para se candidatarem ao maior número possível. Entretanto, em uma busca por emprego, volume não significa assertividade.

Inscrever-se em vagas sem filtrá-las pode contribuir para desgastar o candidato em sua busca por emprego. Além de candidatar-se a empregos que não se encaixam em seu perfil, e portanto acabar se frustrando ao não conseguir avançar na seleção, o grande volume de processos ao qual o candidato se submete pode desorganizar seu tempo e atrapalhá-lo com as oportunidades que realmente lhe fariam sentido.

Veja também:

Descubra a forma mais eficiente de conseguir uma entrevista de emprego

Entrevista de emprego: o guia completo

5. Monitore as vagas às quais você se candidatou

Estar a par do andamento dos processos seletivos dos quais você está participando é uma tarefa crucial em sua busca por emprego. Ao não monitorar suas candidaturas, muitos profissionais acabam perdendo entrevistas ou esquecendo-se do prazo para realizar testes, desperdiçando boas oportunidades. Além desse risco, a falta de atenção pode causar uma impressão de descaso no recrutador, reduzindo as chances de receber uma oferta de trabalho.

Para se manter atualizado, vale criar uma planilha simples com as informações mais importantes das vagas às quais você se aplicou e destacar os prazos a serem cumpridos. Assim, é possível acompanhar cada processo e se organizar para não ser pego de surpresa com uma entrevista para a qual não se preparou, ou uma entrega de documentos que você esqueceu. Afinal, em tempos de crise, em que a concorrência é maior e a oferta de vagas menor, não há espaço para perder oportunidades por erros bobos. 🙂

Descubra as 50 perguntas de entrevista de emprego mais comuns

Share.