Cultura da empresa: Como promover desde a contratação

0

Em texto publicado no blog do Glassdoor – o site de empregos e recrutamento mais transparente do mundo do qual o Love Mondays faz parte, Michelle Kruse defende a importância de colocar a adequação de candidatos à cultura da empresa como fator prioritário em processos seletivos. “Podemos contratar pelo talento e depois refinar habilidades, mas um funcionário com um encaixe cultural ruim terá muita dificuldade em encontrar satisfação em um ambiente que não combina em nada com quem ele é”, afirma Michelle.

Colocar um profissional excelente em um ambiente em que ele simplesmente não se encaixa é uma situação ruim para todos, diz a autora, destacando que não somente o funcionário estará infeliz, mas os responsáveis pelo recrutamento em breve estarão às voltas com outro processo seletivo para a mesma vaga, afinal, é pouco provável que a pessoa fique por muito tempo. “Durante o processo, enquanto você conhece, entrevista e avalia potenciais funcionários, garanta que o tema cultura esteja presente e que suas análises e escolhas promovam a cultura desejada”, diz Michelle.

Ela traz algumas ideias para promover a cultura da empresa ao receber pessoas novas:

– Tenha clareza

Você deve conhecer e entender a cultura da organização para qual você está contratando. Mas precisa ir além e também conseguir articular essa visão quando falar com os candidatos. Cultura normalmente não é algo simples de definir, então se prepare e garanta que todos os envolvidos no processo de recrutamento estejam comunicando informações sobre cultura de forma alinhada. Se a sua organização valoriza trabalho em equipe, saiba comunicar exatamente o que isso significa na prática. Todos podem dizer “Sim, eu trabalho bem em equipe”, mas o cenário fica muito mais claro quando se explica que esse engajamento se estende a situações como ficar até mais tarde no trabalho para garantir que colegas de outras áreas terminem seus projetos a tempo.

– Tire a prova

Você pode ter clareza sobre o que está buscando em um candidato, mas pedir uma segunda opinião é sempre uma boa ideia. Há muitos testes de indicadores de cultura disponíveis que, além de proporcionarem informação adicional sobre a adequação cultural de um candidato, são conduzidos de forma a prevenir “falsos positivos”. Além disso, pesquisas que podem ser aplicadas dentro da sua organização para oferecer mais clareza sobre como a cultura da empresa se manifesta em situações cotidianas.

– Tenha um norte

Cultura não é algo que muda em pouco tempo, especialmente por ser algo central em qualquer organização. Há situações em que um ajuste cultural é necessário para adequar a empresa a uma visão futura. A autora diz “Sempre gostei de comparar mudanças culturais com a mudança de direção de um transatlântico. Você não consegue fazer isso simplesmente virando o timão, mas sim ajustando gradualmente a rota. Esteja a cultura da sua empresa em um momento mais estável ou em mudança, garantir que todos os envolvidos com recrutamento compreendam essa visão de futuro vai ajudar a trazer talentos que realmente se encaixem agora e no longo prazo.

Leia também: A importância do feedback nos processos seletivos

Share.